Conheça a Chardonnay, a rainha das uvas brancas!
25/02/2021 0

É impossível ser apaixonado por vinhos e nunca ter ouvido falar sobre esta uva. É a uva branca mais conhecida no mundo, além de ser referência para a produção de vinhos brancos, ela também é responsável por gerar outros tipos de vinho, como os doces e espumantes, você sabia? 

Continue lendo este artigo para conhecer mais sobre a uva Chardonnay e suas características! 

Origem

Muitos acreditam que a Chardonnay tenha se originado na Síria ou Líbano, mas sua origem oficial está ligada à região da Borgonha, na França. Ela é a segunda uva mais cultivada do país e a quinta do mundo. Sua riqueza de aromas, pode incluir frutas brancas, ervas, especiarias e mineralidade. 

No século 19, se espalhou pelo mundo devido a sua fácil adaptação em diversos tipos de clima e solo, e hoje, é possível encontrar vinhos Chardonnay em países como Austrália, Chile, Argentina, Estados Unidos, África do Sul, Nova Zelândia, Brasil e muitos outros. 

Recentemente descobriu-se que a uva Chardonnay é um cruzamento das uvas Pinot Blanc e Gouais Blanc.  Sua pele possui coloração verde-amarelada, de frutos delicados e casca fina, possuem cachos pequenos, por esses motivos os produtores preferem o processo de vinificação artesanal com colheitas e manipulação manual. 

Terroir

Terroir é um termo usado para definir as características da região do plantio da uva, solo, clima, etc, agregando fatores que influenciam na produção de cada rótulo, causando as diferenciações. O termo permite que encontremos diversos tipos de sabores, acidez, notas e aromas em vinhos de um mesmo tipo de uva.

Desse modo, a Chardonnay pode apresentar sabores distintos dependendo da região em que foi originada, ou seja, a Chardonnay produzida na Nova Zelândia será totalmente diferente daquela produzida em países da América do Sul. Sabendo disso, você será capaz de escolher o vinho que mais lhe agrada de uma maneira mais fácil. 

Aromas e coloração 

Nos locais onde o clima é mais quente, a Chardonnay terá notas de pêssego e melão, já nos climas mais frios, serão notas de maçã com acidez mais alta. Os aromas podem variar também de acordo com a época do ano em que foram produzidos

Os aromas tradicionalmente encontrados são:

  • Frutas cítricas — limão, tangerina, maçã verde, lima, maracujá;
  • Florais — flor de laranjeira e acácia;
  • Frutas tropicais — banana, manga, abacaxi, pêssego;
  • Amanteigados — mel, melaço, manteiga;
  • Amadeirados — nozes, baunilha.

Sua coloração costuma ser intensa, parecida com amarelo ouro com bordas brilhantes. Pode sofrer alterações de acordo com o Terroir em que foi produzida, tempo de colheita e processos de envelhecimento. 

Chardonnay barricado

Possui características muito específicas devido ao tempo de envelhecimento em barricas de carvalho, com notas de manteiga, nozes e baunilha e sabores de frutas, em alguns casos podem apresentar toques de caramelo.

O processo de envelhecimento, pode deixar a textura do vinho oleosa ou amanteigada, além de reduzir a acidez. 

Para vinhos barricados, utilize pratos com preparos mais simples, desse modo, é possível evidenciar todos os sabores a cada gole. 

Chardonnay não barricado 

Os sabores podem variar de acordo com o tempo em que a fruta foi colhida. Quando pouco maduras, os vinhos podem apresentar notas de limão e maçã verde e quando mais maduras, apresentam notas de abacaxi. Sua coloração é um amarelo mais claro também. 

Lembrando que nem todos os vinhos foram feitos para envelhecer, isso pode variar muito conforme o rótulo em questão. 

Harmonização

Devido a grande quantidade de vinhos produzidos com a uva Chardonnay, a bebida é capaz de acompanhar desde carnes magras até frutos do mar. 

  • Carnes: carnes de porco ao molho defumado; frango; peixes carnudos e mariscos;
  • Pratos temperados com açafrão e/ou curry;
  • Massas: acompanhadas de molhos brancos e cremosos;
  • Queijos: minas frescal, Gouda e Estepe.

Não é à toa que a Chardonnay é considerada a rainha das uvas brancas, não é mesmo? Agora que você tem maiores conhecimentos sobre essa uva, poderá escolher o rótulo que mais lhe agrada. 

A Ravin selecionou algumas opções para você conferir. Veja abaixo: 

  • RENATO RATTI LANGHE CHARDONNAY DOC BRIGATA 2017, também do Piemonte, na Itália. É elegante e fresco, com boa acidez e harmonioso. Possui aromas intensos e delicados de frutas brancas maduras como pêssego e maçã. 
https://www.ravin.com.br/renato-ratti-langhe-chardonnay-0000001807-/p
  • LAGARDE CHARDONNAY 2017, produzido pela Bodega Lagarde na região de Mendoza, na Argentina. É um vinho complexo, elegante e delicado. Com aromas de frutas tropicais, mel e notas doces de baunilha e coco. Em boca é refrescante e com um final persistente.
https://www.ravin.com.br/lagarde-chardonnay-0000001686-/p

Confira estas e muitas outras opções em nosso site: www.ravin.com.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.